Tim Cook ao lançar a apresentação dos novos iPhones começa por dizer que o iPhone X é o smartphone mais vendido do mundo e voilá, os iPhones XS e XS Max são apresentados:

O XS e XS Max terão 5,8 e 6,5 polegadas respetivamente com uma resolução de 2436×1125 e 2688×1242 píxeis (Super Retina Display), respetivamente. No interior há o novo processador A12 Bionic, o primeiro construído a 7 nanómetros. Tem seis núcleos de processamento geral, quatro unidades de processamento gráfico e um “motor neural” com oito núcleos. Esta unidade tem capacidade de “machine learning” e é capaz de realizar 5 biliões de operações por segundo, o que, segundo Phil Schiller, torna este o mais poderoso chip jamais feito para dispositivos móveis!

Como já era de esperar, há novidades a nível de realidade aumentada. Mais uma vez a tal capacidade de processamento permite adicionar efeitos gráficos sofisticados em imagens reais captadas pela câmara e em tempo real. Entre as demonstrações foi apresentada uma app que permite, recorrendo, à câmara do iPhone, analisar o comportamento de jogadores reais ao treinarem basquetebol. O sistema é capaz de, por exemplo, detetar quando a bola é encestada e quais os diferentes parâmetros dos jogadores, como ângulo do movimento e velocidade. Foi ainda demonstrado um novo jogo de Realidade Aumentada em modo multiplayer, onde jogadores competem num espaço que mistura imagens reais com imagens virtuais.

4 câmeras!

No total há quatro câmaras, duas frontais (para selfies e funções 3D) e duas traseiras. A resolução das câmaras principais (normal e wide) são de 12 megapíxeis. Mas a Apple garante que a melhoria de qualidade é muito evidente graças à forma como o processamento neural analisa as imagens: um bilião de operações em cada foto feita. Por exemplo, o sistema não só deteta a presença de uma cara, como é capaz de detetar os vários elementos da mesma como olhos, boca, nariz, etc. O novo modo HDR inteligente consegue criar uma única imagem com várias fotos feitas de modo quase instantâneo. Mas a grande novidade e mais inovadora a nível de fotografia seja a capacidade de mudar a profundidade de foco após a captura. Outros sistemas já fazem algo semelhante, mas as imagens demonstradas pela Apple parecem provar que esta funcionalidade está num nível muito acima da concorrência.

No que diz respeito à autonomia, Phil Schiller garante que os novos XS e XS Mas têm, respetivamente, mais 30 minutos e mais 1h30 que o iPhone X. Uma das maiores novidades é o Dual SIM, nunca antes disponível no iPhone. Mas o Dual SIM é diferente do habitual há uma só ranhura física para um SIM porque o segundo está integrado no smartphone dependo da operadora.

Os iPhone XS e XS Mas vão estar disponível com 64, 256 e 512 GB de armazenamento com um preço no iPhone XS de 1179€, 1349€ e 1579€, respetivamente. Para o iPhone XS Max, o preço base será de 1279€ E para os modelos de 256GB e 512GB de 1449€ e 1679€. Os novos iPhones vão estar disponíveis nas cores cinzento cidral, prateado e dourado. e começam a ser entregues a 21 de setembro (Portugal incluído).

 

 

Anúncios