A Aston Martin revelou o novo Rapide E

O primeiro modelo elétrico da marca britânica foi apresentado no salão de Shangai, com o objetivo de competir com o Porsche Taycan e o Model S. A produção foi limitada às 155 unidades, o preço não foi revelado, já pode ser encomendado e a diferença mais notória em relação ao Rapide normal a parte frontal, que foi redesenhada com o objetivo de melhorar a aerodinâmica.

Também o interior foi redesenhado (lembro que o primeiro Rapide saiu em 2010), destacando-se a substituição do painel analógico por um painel digital de 10”.

O Aston Martin Rapide E tem os dois motores elétricos instalados na traseira e alimentados por uma bateria de 800V e 65kWh de capacidade. Os dois motores debitam 610cv e 950Nm de binário, segundo a Aston Martin. 

O Rapide E é capaz de ir dos 0 aos 96km/h em apenas 4s, já a velocidade máxima é de 250km/h. A autonomia segundo a marca do País de Gales é de 350km.

Pedro Madruga